sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Pintura da estrela de Natal

video

A Oficina de origami da escola Leonor Nogueira conseguiu transformar o modo de pensar de muitos alunos. Eles sempre muito interessados e cheios de disposição contribuindo para que todos os mini-projetos tivessem começo, meio e fim.
Fico muito feliz de ter alguns desses alunos como amigos no facebook. Esse é um contato que não tem preço. Espero ter sempre notícias felizes. E acompanhar mesmo que distante suas realizações.
A escola é acostumada ao professor planejar e executar a ação dos alunos, mas sempre fiz a criança começar e terminar o que começou, mesmo que o resultado não seja o sonhado pela escola. Mas esse resultado é o possível da criança.

sábado, 6 de agosto de 2016

Rosas lindas


Estou esperando uma filmadora livre com a qual eu possa filmar o passo a passo. Espero que o diagrama ajude aos amigos de papel em suas brincadeiras.

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Tartaruga

Tem dias que são dias de dobrar. Certa manhã ao despertar de sonhos inquietantes fui tomado por uma subta ideia. Levantei da cama e pensei que a vida é uma enorme folha de papel que dobra e desdobra constantemente, sem parar. Dobras sutis e quase imperceptíveis que o tempo não me permite acompanhar. Somos uma curva temporal. Universos paralelos que colidem ao se encontrar. Teoria do caos. Vamos dobrar o tempo. Não esqueça que o link com o diagrama está abaixo da foto.


Cisne

Outro trabalho com uma simplicidade linda. Tive minhas crises quando terminei, pois o efeito foi melhor que o esperado. Há trabalhos que são uma loucura, quando terminado te permite sorrir como criança. O diagrama está no link abaixo da foto. Então, vamos dobrar.


Pinguim

Tenho minhas restrições com relação a trabalhos blockfold, mas este Pinguim encheu meus olhos de emoção e pareceu um ótimo trabalho para apresentar as crianças na escola. O link do Diagrama está abaixo da foto. Divirtam-se.


terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Elefantinho

Estava passeando pela rede quando defrontei-me com esse tão fofinho elefantinho. Vasculhei diversos sites em busca de seu diagrama, mas não encontrei em lugar que fosse.
Certa manhã acordei naqueles dias de passeio pela biblioteca e adivinha o que eu encontrei em um livro de artesanato que estava perdido no meio da literatura infantil. Fiquei tão surpreso que perdi a noção do tempo. Não saí da biblioteca até consegui concluir  essa fofura.




Sapo que abre e fecha a boca

Mais que um origami. Um brinquedo. O sapo que mexe a boca é fantástico para fantasiar e chamar a atenção das crianças dentro da sala de aula. Não é um origami de fácil execução, logo seu proposito educativo está limitado ao fazer do educador e o brinquedo para as crianças.
Há um quantitativo de dobras internas que talvez seja de difícil execução para educadores origamistas iniciantes.
Recomendo o uso em teatro de bonecos, onde a criança pode exercitar a sociabilidade. Se o educador utilizar técnicas de respiração pelo diafragma pode ajudar crianças a corrigir problemas de dicção.




quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Rato: criação do artista de origami Eric Joisel



Trabalho de incansável beleza. Desfrutei cada minuto como fosse único. Gostaria que fosse aquele tipo de origami fácil de ensinar, mas infelizmente essa não é a realidade. A todos os meus alunos peço desculpa desde de já.


Este é com certeza um origami que eu em minha frágil posição posso apenas orientar os caminhos. Aos que se deterem a execução desejo felicidades.







Pikachu

Quando encontrei esse origami na rede meu coração palpitou infância. Muito legal saber que há um livro inteiro cheio de Pokemons.



segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Raposa

Eu estava lendo o livro mais clichê do século XXI quando lembrei que tinha o diagrama dessa raposa salvo no meu Pc. Acreditei no resultado e decidi executar. Gostaria ter um papel de melhor qualidade, mas por falta deste usei o que tinha.
"Você é responsável por aquilo que cativa"
Resumindo, você não é simplesmente responsável. Você é um grude, um chiclete, é pegajosa ou melhor, um pé no saco.